O bebê de 10 meses

Minha princesinha com 10 meses

Características de um bebê de 10 meses

·         Sua capacidade de raciocínio está bastante evidente. Se o bebê está brincando com uma bolinha e ela rola para trás de uma caixa, o bebê tentará empurrar a caixa para resgatar a bola;
·          Consegue imitar alguns sons que ouve: barulhos com o lábio, quando se estala a língua no céu da boca ou imitação do som dos bichos;
·         É capaz de compreender certas proibições. Se lhe disserem “não” quando ele cospe a sopa ou quando puxa o cabelo, ele entenderá que não pode fazer aquilo;
·         Sua expressão fisionômica consegue mostrar bem o que ele sente: ansiedade, aflição, alegria, medo;
·         A evolução motora é notada na sua capacidade de segurar objetos firmemente usando o polegar em oposição aos outros dedos, movimento conhecido como pinça;
·         Começa a sacudir a mão para dar tchau;
·          Consegue andar de lado segurando em uma mesa;
·          Engatinha de quatro esticado, com o bumbum para o alto, e depois tenta levantar sozinho.
·         sozinho.

Como estimular o bebê de dez meses?

·   Brincar ao ar livre;
·  Oferecer objetos diferentes para serem manuseados, com texturas, formas, pesos e tamanhos diversos;
·  Oferecer brinquedos de encaixe;
·  Contar histórias curtas e mostrar figuras de livros infantis.


Enquanto troca a fralda ou dá banho no bebê:

  • Lembre-se que a hora de mudar as fraldas é o momento mais adequado para fazer um pouco de ginástica. Deixe que fique nu por alguns minutos. Deixe-o brincar livremente com seu corpo, pedalar, chupar, virar, segurar os pés, tocar os genitais, bater na barriga, olhar as mãos, sentar, engatinhar. É muito importante que a criança conheça seu corpo, sinta-o, toque-o, veja-o;
  • Lembre-se também que é bom que aprenda como se chamam as partes de seu corpo; na hora do banho, siga as orientações dos meses anteriores.
Quando alimenta o bebê:
  • Coloque migalhas de pão sobre a mesa e estimule a criança para que as pegue com os dedos;
  • Mostre a mamadeira e espere que a criança estique os braços para alcançá-la;
  • Estenda a mão e peça à criança que lhe entregue alguma coisa que esteja segurando, ex.: “Me dá a mamadeira”, “me dá a colher”, “muito bem”, etc.;
  • Dê a caneca com pequena quantidade de líquido para que beba, lembre-se das orientações do mês anterior.
Entre as horas de alimentação:

  • Favoreça e aplauda todas as tentativas da criança de ficar em pé e andar. Ajude-a, segurando suas mãos ou debaixo de seus braços ou deixe que se apoie nos móveis;
  • Deixe que engatinhe e vá de um lado a outro. Se ainda não faz isto sozinha, coloque-a de bruços no chão com algum brinquedo diante dela, para estimulá-la a movimentar-se e alcançá-lo. Quando isto acontecer, elogie a criança, demonstrando satisfação;
  • Esconda, diante da criança, um objeto dentro de uma caixa ou de uma lata, estimule a criança a procurá-lo;
  • Coloque um objeto sobre a mesa ou cadeira e derrube-o “acidentalmente”. Exclame: - “Opa!, caiu!”, com expressão facial rica, repita algumas vezes, verificando se a criança tenta imitá-la;
  • Faça movimentos que a criança já saiba fazer para que ela imite, por exemplo: franzir o nariz, levantar os braços, bater palminhas, mostrar a língua, etc.;
  • Lembre que a criança não deve ficar sozinha muito tempo durante o dia. Deixe-a num lugar onde possa presenciar as atividades que você realiza;
  • Coloque música para que a criança ouça.

Dica para os pais: Lembre-se de estimular a criança apenas dentro dos seus limites. A ansiedade dos pais pode atrapalhar o progresso do bebê. Apenas confie e deixe que ele aprenda no seu tempo. Não faça comparações com o irmão mais velho, com os primos e com os filhos de amigas. Algumas crianças andam mais cedo, outras falam mais depressa.
É verdade que o progresso do bebê depende muito dos estímulos que ele recebe, mas se a criança não estiver preparada para determinadas experiências, a insistência e a cobrança dos pais podem influenciar de forma negativa.

2 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Dicas, sugestões, perguntas serão bem vindas. Responderei seu recadinho aqui mesmo.
Se desejar uma resposta por E-mail envie o comentário para fliver5@gmail.com
Lembre-se que você é muito especial para Deus.
Beijos