Pular para o conteúdo principal

Projeto: Índio



Objetivos:

  • Conhecer, analisar e debater os hábitos e costumes indígenas;
  • Conhecer, analisar e debater a influência indígena em nossa vida;
  • Aprender a respeitar os índios;
  • Conhecer e sensibilizar as crianças, sobre a história dos índios, saber sobre as dificuldades que eles enfrentam, seus usos, costumes, hábitos alimentares, palavras, lendas e crenças.
  • Relatar às crianças as injustiças cometidas contra os índios, que estão sendo dizimadas pela civilização para despertar o Carinho das crianças para com os índios e com todos ao seu redor.
  • Estimular a imaginação e a criatividade.



Sugestões de atividades

  • Utilizar rodinha para conversas informais: Perguntar as crianças se elas já viram um índio. Mostrar gravura de índio em revistas, pedir e que observem como os índios se vestem;
  • Listar em um cartaz os conhecimentos que os alunos já têm sobre o assunto (Conhecimentos Prévios). Provocar os alunos a se expressarem, fazer indagações e ir registrando em um cartaz. Logo em seguida, em um outro cartaz, listar as dúvidas provisórias dos alunos, ou seja, perguntar o que desejam saber sobre o tema e ainda não sabem, novamente provocar os alunos a fim de lançarem suas dúvidas;
  • Propor que os alunos ilustrem os cartazes com fotos e desenhos;
  • Contar histórias sobre os índios. Reconhecer os modos de vida dos índios, sua cultura, sua alimentação, formas de trabalho e sobrevivência. Refletir e opinar sobre o papel do índio na formação da nação brasileira;
  • Montar com as crianças o "Cantinho do índio".
  • Fazer lanche especial em um "Dia Especial" com exposição de trabalhos realizados com as crianças na escola, com comidas típicas dos índios. Cada aluno traz uma comida. Ex.: pamonha, mandioca frita, cural, caldo de milho e outros.
  • Dramatizar com as crianças as ações dos índios: caçar, pescar, dormir, comer, etc.
  • Poesia: Índio.
  • Música: Os indiozinhos.
  • Propor aos alunos que pesquisem e levem para sala de aula recortes de fotos de pessoas que possam parecer descendentes indígenas. Com todas as fotos em mãos, o professor em círculo analisará juntamente com os alunos cada foto. Procurando incentivar para que todos dêem sua opinião.
  • Organizar um dicionário ilustrado com as palavras indígenas.
  • Propor aos alunos que pintem macarrões furadinhos e façam colares, pulseiras, cintos e tornozeleiras imitando arte indígena. Para fazer um cocar é só colar penas coloridas entre os macarrões.
  • Brincadeiras:


"CAÇADA ESQUISITA" Cada equipe, usando seus colares, recebem uma lista constando de vários objetos, que deverão procurar na própria sala, no pátio e onde mais for possível esconder, o que foi feito com antecedência pelo professor. Esses objetos serão, sempre que possível, nas cores de cada equipe, para evitar que uma não pegue os objetos de outra. Todos os objetos da lista serão em quantidades iguais a todas as equipes exceto o amuleto que terá apenas um. Procurar os objetos listados abaixo. Procure sempre pela cor de sua equipe: 10 penas de ave, 5 folhas secas, 1 flor, 3 espigas de milho, 2 pedras redondas, 1 amuleto de biscuit (bichinho de massinha), 1 graveto em forma de y, 3 sementes.  Vence a equipe que conseguir reunir todos os objetos pedidos, portanto, a que conseguir encontrar todos os objetos pedidos incluindo o amuleto, que terá só um escondido. A equipe vencedora receberá um amuleto para cada participante.

"O COCAR DO CACIQUE": As quatro equipes estarão sentadas no chão em fila indiana, uma ao lado da outra. Mais ou menos 5 metros à frente de cada equipe, haverá uma mesa com várias tiras de tecidos e penas tingidas nas cores das equipes, nas quantidades equivalentes ao número de participantes. As tiras de tecidos e as penas tingidas estão todas misturadas. Dado um sinal, o último de cada fila corre até o local onde estão as tiras de tecidos e as penas e separa 5 penas da sua cor e cola numa tira de tecido, imitando um cocar. Depois de pronto deve colocar o cocar na cabeça e voltar à sua fila, mas no primeiro lugar. Imediatamente, o último deverá sair e fazer a mesma coisa. A equipe que terminar primeiro e todos os componentes estiverem com o cocar, será a vencedora. A equipe vencedora receberá uma pena especial para os devidos cocares.



Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Atividades Vogais: Maternal

Olá pessoal!!

Essas foram as atividades sobre vogais realizadas pela minha filha

Abraços e até a próxima

















Atividades da dona aranha - Maternal

Olá pessoal!!

Ontem no facebook eu publiquei algumas ideias para trabalhar a música da dona aranha.

Aproveitei para colocar algumas em prática e vim mostrar o resultado para vocês.

Como muitos já sabem, eu tenho uma filha de 3 anos e aproveitei para trabalharmos essa música.

O primeiro passo foi ouvir e cantar até o quanto ele demonstrasse interesse pela música.

Num segundo momento fizemos uma dona aranha.

Queria mostrar todas etapas desse trabalhinho para vocês, mas infelizmente a câmera descarregou.

1 copo pequeno serviu de molde para a cabeça


1 rolo de durex grande para fazer o corpo
As patinhas eu fiz com um molde desses, mas não estava tão torto assim.
Aqui o resultado.




Com essa figura nós trabalhamos a cor, contagem das patas, figura geométrica e algumas características importantes a respeito do animal. Fizemos dramatização e ela ficou tão empolgada que até dormiu com a bichinha.
Prosseguindo com as atividades, nessa etapa ela deveria desenhar as patinhas da aranha.
Utilizei o circulo preto …

O que é verão? - Atividades para o maternal

Olá pessoal!!

Quando o verão chega as aulas já acabaram então, que tal aproveitar os seus últimos dias para ensinar para as crianças sobre essa estação do ano tão linda?

OBJETIVOS:

*Identificar a estação do período atual; 
*Saber identificar o tipo de vestuário e alimentação adequado à estação verão;

DESENVOLVIMENTO

* Música: Nos dias quentes de verão - Cocoricó
Letra
Nos Dias Quentes De Verão

Nos dias quentes de verão, 
a gente vai no rio nadar, 
e nada e nada e nada 
e nada e nada e nada 
até cansar. 

O calor passa, 
mais dá uma fome 
hummm... 


Então nos dias quentes de verão, 
a gente vai lá no pomar, 
e cata laranja, 
cata abacaxi, 
e come e come e come e come 
e come e come e come e come 
até dizer 
enchi! 

A fome passa, 
mais dá um calor 
uuuuu... 

então a gente volta lá pro rio pra se 
refrescar! 



* Converse com as crianças sobre a importância de comer alimentos saudáveis, ingerir bastante líquidos e usar roupas leves no verão.


POEMA

Verão
Zilda Maria Vasconcellos


Bem na pontinha dos pés, sobre a erva do caminho…