3/10/2012

Projeto: O circo



Objetivos:

  • Identificar o circo como uma forma de lazer, um lugar onde se desenvolve a arte e vários tipos de habilidades;
  • Reconhecer os diversos profissionais do circo;
  • Identificar animais que trabalham no circo;
  • Relacionar pessoas envolvidas no trabalho circense e suas respectivas funções;
  • Empregar corretamente o vocabulário adquirido: domador, picadeiro, arquibancada, malabarista, acrobata, etc.
  • Descrever cenas ou fatos da vida de um circo.

Atividades sugeridas
  • Promover um ambiente lúdico (rodinha) acolhendo de forma carinhosa os alunos. A partir daí mostrar uma gravura de um circo e propor: vocês já foram ao circo? Como é? Etc. Falar sobre os elementos que compõe o circo, como é a vida dos profissionais do circo, animais do circo – como vivem, como são treinados;
  • Sugerir aos alunos que perguntem aos pais sobre o assunto e trazer as informações no dia seguinte;
  •  Trabalhando com as informações trazidas pelos alunos: A partir destas informações, escrever e ler uma frase que será afixada no quadro de pregas (ex. O circo é um lugar que tem muitos artistas);
  • Escrever a palavra circo, em caixa alta, no quadro e em folha de oficio para afixar no quadro de pregas (pedir para que os alunos reparem na primeira letra da palavra [C], indagar: alguém conhece essa letra? Algum coleguinha tem o nome iniciado por essa letra?);
  • Organizar um painel com os nomes dos diferentes artistas do Circo, escritos em letra maiúscula de imprensa: trapezistas, malabaristas, mágicos, palhaços, amestradores de animais etc. Esclarecer o tipo de trabalho desses profissionais e informar que atualmente a tendência dos circos e não mais utilizar animais como atração, em respeito às necessidades e a natureza dos bichos;
  • Contar para os alunos uma história sobre circo. Organizar a confecção das personagens da história, utilizando material de sucata: separe algumas garrafas plásticas de 1 litro, papel espelho, papel laminado, restos de lã, cola, bolinhas de papel crepom, canetas hidrográficas e outros materiais. Convide os alunos a criar as personagens da história: palhaço, domador de leões, bailarina. Os alunos podem trabalhar em grupos ou em duplas;
  • Depois de prontas, as turmas poderão brincar de boliche com as personagens, ou dramatizar a história;
  • Entrevistar pessoas que trabalham no circo;
  • Visitar um;
  • Pesquisar sobre seus profissionais;
  • Exercícios de coordenação motora: equilibrar colher com ovo, andar sobre linhas, bancos, pular corda, salto em altura, equilíbrio em uma perna só, andar de velocípede, bicicleta;
  • Poesias sugeridas: Bailarina de Cecília Meireles, A foca de Vinicius de Moraes etc. Registrar o texto em papel sulfite;
  • Elaborar painéis com desenhos dos alunos para enfeitar as paredes da sala de aula;
  • (Incluir músicas);
  • Montar com as crianças um espetáculo circense: Eles poderão confeccionar para a dramatização, máscaras dos animais como: macaco, cachorro, elefante, coelho, foca, cavalo, tigre etc. (utilizando materiais diversos como sucatas, lãs, papéis diversos);
  • Muitas atividades poderão ser desenvolvidas utilizando os animais do circo. Pesquisa, os sons que emitem, nomes, letra inicial, comparação das letras dos animais com as letras iniciais dos nomes dos amigos, alimentação dos mesmos, espécies, etc. Dependendo da idade, podem elaborar um cartaz para anunciar este desfile ou dramatização, utilizando a linguagem dos cartazes que anunciam os espetáculos. Convite, lembrancinha, tudo elaborado por eles. No dia do desfile ou apresentação podem fazer um manifesto contra a presença dos animais no circo, mostrando cartazes, desenhos etc.
  • Trabalhando o equilíbrio: O Malabarista
Fazer traços diferenciados no chão: retos, ondulados, curvas, círculos e outros.
As crianças brincarão de andar em cima do risco em diferentes posições como: na ponta dos pés, apenas com os calcanhares, com as mãos na cabeça, com as mãos na cintura, segurando um copo com água etc. – sem sair de cima dos riscos.
  • Exercício rítmico. Conforme a professora for lendo o texto, as crianças devem executar os movimentos citados:
A Bailarina
Um passo pra cá...
Um passo pra lá...
Correndo pra frente e voltando ao lugar
Palminhas vou bater,
Um pulo eu vou dar,
Uma roda bem bonita,
Rodando com os amigos,
Rodando no próprio lugar.

  • Psicomotricidade:Colocar um colchão no chão, treinar cambalhotas com a ajuda da professora.
  • Colocar bambolês espalhados e brincar de pular dentro e fora, alternando etc.
  • Colocar bancos ou cadeiras e brincar de subir de descer.
    Brincar de pular com um pé só, plantar bananeiras, virar estrelas (de acordo com o nível da turma).
  • Brincar de equilibrar objetos leves em cima de varetas.
  • Assistir DVD sobre o circo com direito a pipoca.
  • Pintar o rosto das crianças e colocar chapéu, gravata e nariz de palhaço;
  • Construir um palhaço de papel com formas geométricas;
  • Se vestir de palhaço para animar as crianças.



3/08/2012

Dia Internacional da Mulher - Mensagem




Gostaria de desejar a todas um dia Feliz, cheio de emoções, realizações, paz, amor e Jesus no coração de cada uma.
Obrigada por participarem comigo neste Blog e tornarem esse espaço um lugar tão especial!





3/01/2012

A criança de 1 ano (Documento da Unicef)



Características

  • Nessa fase, a criança está cheia de energia e entusiasmo. Aprende por meio da exploração do ambiente, curiosidade, imitação e imaginação sem fim.
  • Quanto mais a criança é estimulada a falar, movimentar-se e descobrir, maior será o desenvolvimento do seu cérebro e da coordenação fina dos seus movimentos. Essas realizações ajudam a criança a se comportar com mais competência e confiança.
  • A criança, nessa fase, já pode engatinhar e andar e se desloca pela casa. Abaixa-se, sem cair, para pegar objetos no chão.
  • Começa a identificar as partes do corpo e aprende a falar o nome delas.
  • Ainda se comunica por gestos, abana a cabeça para dizer não, dá adeus, bate palminhas, fala pequenas frases, como “mamá qué bola”, “papá qué água”.
  • A criança acha que é o centro do mundo e tem dificuldade de compartilhar.
  • Chora e faz pirraça quando é contrariada.

Atenção:
  • A criança aprende a falar com as pessoas que falam com ela, repete o que ouve e, por isso, devemos falar corretamente as palavras.
  • A criança já entende o que falam com ela, mas nem sempre obedece. Ela atende quando se interessa por fazer o que foi pedido.


  • O que a criança gosta de fazer?
  • Bater palmas quando está contente.
  • Falar pequenas frases.
  • Dar adeus para as pessoas.
  • Rabiscar e desenhar.
  • Virar as páginas de livros ou revistas sem rasgar.
  • Empilhar e encaixar objetos.


Brincadeiras

Ao brincar, a criança desenvolve a atenção, imitação, memória, movimentação, equilíbrio e imaginação. Também constrói curiosidade, confiança e autoestima. É preciso organizar o ambiente, oferecer revistas ou livros, objetos e brinquedos. Criar situações para a criança olhar, brincar de correr, pular, saltar, empurrar ou puxar objetos.

Do que a criança gosta de brincar?
  • De “esconde-esconde”, cantar, dançar, bater palma, rolar no chão, imitar as pessoas.
  • Com caixas vazias de tamanhos variados, embalagens vazias e limpas, transformadas em brinquedos.
  • Gosta de ouvir várias vezes as mesmas histórias.

Cuidado: Sacos plásticos podem causar sufocamento, por isso, não devem ser dados para a criança brincar.

Dia Internacional da Mulher - Lembrancinhas




Fonte: http://www.smartkids.com.br
Para imprimir direto do site clique aqui: http://www.smartkids.com.br/passatempos/dia-internacional-mulher.html